Federer debaixo de fogo após deixar mensagem a radialista famoso por opiniões racistas

Por Bola Amarela - Maio 27, 2020
federer

Roger Federer é habitualmente muito cuidadoso com a sua gestão de imprensa, mas esta quarta-feira está debaixo de fogo na Austrália, um dos países onde é mais adorado, depois de ter deixado uma mensagem de respeito e admiração para com uma das figuras públicas mais polémicas da Austrália.

Alan Jones, locutor de um famoso programa de rádio que defende ideias hiper conservadoras, retirou-se ao fim de 35 anos de carreira e mereceu o reconhecimento do helvético. “Quero desejar-te o melhor para o resto da tua vida e dar-te os parabéns pela tua carreira de sucesso”, declarou Federer que se juntou, entre outros, a Usain Bolt no lote de atletas que lhe deixou uma mensagem.

Jones, de 79 anos, é polémico na Austrália devido a múltiplas opiniões racistas durante os seus programas. Em 2005, incentivou mesmo um motim em 2005, que levou 5 mil pessoas às ruas de Sydney, que atacaram e agrediram todos os imigrantes ou descendentes de imigrantes. Os programas de Jones somam dezenas de processos por difamação na justiça australiana.

Esta quarta-feira, o vídeo com a mensagem de Roger Federer foi retirado do canal de Youtube da Sky News Australia, onde estava publicada, mas o vídeo foi reproduzido algumas vezes na televisão e mereceu o agradecimento do polémico radialista. A assessoria de imprensa de Federer não comentou o assunto, mas ficou claro que o suíço terá enviado o vídeo a pedido sem saber muito bem a polémica em que se estava a meter.

 

Bola Amarela