Falta um ano para os Jogos de Tóquio: só há dois tenistas qualificados

Por José Morgado - Julho 24, 2019
podium

O tempo voa e os Jogos Olímpicos de Tóquio’2020 já estão apenas a um ano de distância. No ténis, a qualificação é feita pelo ranking mundial — apuram-se diretamente os 56 primeiros (num máximo de quatro por país) das classificações ATP e WTA de 8 de junho de 2020 (desde que cumpram os critérios de elegibilidade da Federação Internacional de Ténis), mas já há nesta altura dois tenistas qualificados: Denis Istomin, do Uzbequistão, e Qiang Wang, da China?

Porquê? Porque ganharam os Jogos Asiáticos de 2018, que valem um lugar automático na prova. Os finalistas dos Jogos Pan-Americanos (27 de julho a 12 de agosto desde ano) e os campeões dos Jogos Africanos (19 a 31 de agosto) também vão ter entrada direta no quadro, independentemente dos respetivos rankings.

Se os rankings de apuramento fossem os atuais, Portugal teria um representante nos Jogos Olímpicos: João Sousa, em singulares. No Rio’2016, Gastão Elias também participou.

Andy Murray e Monica Puig foram os campeões olímpicos de singulares da última edição da prova. Juan Martín Del Potro e Angelique Kerber ficaram com a prata, ao passo que as medalhas de bronze foram arrecadas por Petra Kvitova e Kei Nishikori.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.