F. López e a Davis de 2019: «Foi incrível ver a forma como Bautista Agut voltou e ganhou»

Por Tiago Ferraz - Dezembro 11, 2020
feliciano-lopez

O espanhol Feliciano López deu uma entrevista ao Corriere della Sera onde falou da temporada de 2021 e daqueles tenistas que, para si, podem ser destaque no ano que vem:

“Já vi o Sinner jogar muitas vezes e acho que ele é um jogador com um potencial soberbo. É fantástico que ele tenha esse nível tenístico para a idade que tem. Penso que será um dos maiores tenistas da próxima geração. Também não posso esquecer-me do Carlos Alcaraz, que treina na academia do Juan Carlos Ferrero e que também teve um ano espetacular. Penso que ambos estarão a representar os respetivos países na Taça Davis (no futuro)”, disse, citado pelo Punto de Break.

Feliciano López recordou ainda a vitória da seleção espanhola na Taça Davis em 2019 isto quando, esta quinta-feira, passaram exatamente 20 anos desde a primeira conquista na prova para os espanhóis:

“Esta vitória (em 2019) foi muito especial para mim e para todos nós. Senti uma honra enorme em poder estar presente com 38 anos e por poder ajudar os meus companheiros na conquista do título. Além disso vencemos em Madrid e num court que eu conheço bem pelo que acabou por ser fantástico. Para acrescentar a isso dias antes tínhamos vivido uma situação triste com a morte do pai do Bautista-Agut. Foi incrível ver a forma como ele (Bautista Agut) voltou depois do funeral,  foi jogar a final e ganhou diante do (Felix Auger) Aliassime”, revela.

Recorde-se que esta vitória de Bautista-Agut embalou a seleção espanhola para o seu sexto título da história na Taça Davis que foi confirmado pelo espanhol Rafael Nadal.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.