Ex-tenista francês cresceu com Federer: «Nunca pensei que fosse ter uma carreira monstruosa»

Por Bola Amarela - Novembro 25, 2021

Aconteça o que acontecer daqui para a frente, ninguém apaga a carreira ímpar que Roger Federer construiu. No entanto, a verdade é que nem sempre pareceu que o campeoníssimo suíço ia trilhar um caminho tão glorioso. Não somos nós que o dizemos, atenção. É um antigo tenista francês, que chegou a ser 21.º ATP e que conheceu Federer quando ambos eram apenas crianças.

“Defrontei-o várias vezes. Temos um ano de diferença, conheço-o desde os 12 anos e crescemos juntos. Nunca pensei que fosse ter uma carreira monstruosa”, revelou Michael Llodra, francês que se encontra retirado e que, no circuito profissional, perdeu os dois encontros que disputou com o suíço.

Mas porque é que Llodra não anteviu todo este sucesso? “Ele era um jogador muito bom e podíamos ver que tinha facilidade em tudo o que fazia, mas daí a prever que ia ser o melhor ou um dos melhores de sempre… Ele tinha flashes mas era nervoso e tinha altos e baixos. Assim que resolveu isso, tornou-se um jogador completamente diferente. Tinha tanta facilidade, todas as suas pancadas eram perfeitas”, apontou.

Bola Amarela