Escândalo Gimelstob: Wimbledon não quer nem vê-lo e ATP marca reunião de urgência

Por José Morgado - 24 Abril, 2019

Justin Gimelstob, antigo top 100 mundial, (ainda) treinador de John Isner e um dos favoritos do Conselho de Jogadores do ATP Tour para suceder a Chris Kermode na presidência do ATP, foi condenado esta segunda-feira ao final da noite, por um tribunal em Los Angeles, por ter agredido brutalmente um homem na frente dos seus filhos durante a noite de Halloween.

Agora, as reações oficiais, ainda que tímidas… começam a chegar. O ATP Tour emitiu um comunicado onde lembra que a decisão em relação à manutenção ou não de Gimelstob no Conselho de Jogadores é dos… próprios, que vão reunir de urgência sobre esse tema durante o ATP Masters 1000 de Roma, ao passo que Wimbledon desconvidou o norte-americano para todos os eventos de veteranos onde este costuma participar ou para qualquer presença na Royal Box ao longo da semana. Em 2019, Justin não é bem-vindo ao All England Club.

O norte-americano, que brilhou mais em pares do que em singulares ao longo da sua carreira, foi condenado a três anos de pena suspensa e 60 dias de trabalho comunitário, pena que aceitou sem qualquer recurso.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.