Djokovic volta a perder o 1.º set mas depois joga muito e está nas meias-finais

Por José Morgado - Setembro 9, 2021
djokovic-usopen

Novak Djokovic, número um do Mundo e à procura de dois feitos históricos neste US Open — o Grand Slam de calendário e o 21.º título Major –, fez esta quarta-feira ao final da noite a sua melhor exibição do torneio para se qualificar para as meias-finais do último Grand Slam do ano. É a 42.ª vez que Djokovic chega ao top 4 de um Major, ficando assim a apenas dois triunfos da história.

Nos ‘quartos’, Djokovic, de 34 anos, voltou a perder o primeiro set — como tinha acontecido na terceira ronda (Kei Nishikori) e nos oitavos-de-final (Jenson Brooksby) –, mas subiu o seu nível de jogo para um patamar impossível de acompanhar e derrotou o italiano Matteo Berrettini, número oito mundial, por 5-7, 6-2, 6-2 e 6-3, num encontro que constituiu uma reedição da final de Wimbledon, igualmente ganha pelo sérvio em quatro sets após perder o primeiro.

Nas meias-finais, Djokovic vai defrontar o alemão Alexander Zverev, número quatro mundial. Nole comanda o confronto direto por 6-3, mas foi Sascha a vencer o último — um dos mais importantes — nas meias-finais dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.