Djokovic vira de forma incrível e conquista em Roland Garros o seu 19.º Grand Slam

Por José Morgado - Junho 13, 2021
Foto: EPA

Novak Djokovic, número um do Mundo, consolidou este domingo o seu estatuto de lenda da modalidade, ao conquistar a edição de 2021 de Roland Garros. É o 19.º título de Grand Slam do sérvio de 34 anos, que está agora apenas a um dos recordistas Roger Federer e Rafael Nadal, que somam 20 desde 2018 e 2020, respetivamente. Djokovic triunfa pela segunda vez em Paris, tornando-se no primeiro jogador da história a vencer todos os Grand Slams pelo menos duas vezes em singulares masculinos.

Numa final memorável, pela qualidade, mas ainda mais pelos contornos do marcador, Djokovic derrotou o grego Stefanos Tsitsipas, de 22 anos, quinto ATP e a fazer a sua estreia em finais de Grand Slam, por 6-7(6), 2-6, 6-3, 6-2 e 6-4, em 4h12 de uma batalha memorável. Foi a primeira vez que Djokovic virou de 0-2 em sets numa final de Grand Slam e a primeira vez desde 2004 em que alguém virou de 0-2 numa final de Roland Garros. Gaston Gaúdio fê-lo diante de Guillermo Coria. Foi apenas a sexta vez que Djokovic ganhou um encontro após perder os dois primeiros sets.

Djokovic vence assim o segundo Grand Slam do ano, completando a dobradinha Melbourne-Paris pela segunda vez na sua carreira, depois de 2016, e ameaçando o desejado Grand Slam de calendário, algo que ninguém consegue — homem ou mulher — desde Steffi Graf, em 1988. Wimbledon começa já dentro de duas semanas…

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.