Djokovic: «O que me faz continuar a competir é vencer mais Grand Slams»

Por Tiago Ferraz - Fevereiro 3, 2020
djokovic

O tenista sérvio Novak Djokovic venceu, este domingo o seu 17.º título do Grand Slam ao ultrapassar o austríaco Dominic Thiem na final do Open da Austrália numa final que foi decidida em cinco sets.

O tenista sérvio, citado pelo Punto de Break, admite que o que lhe faz continuar a competir é o desejo de vencer mais Grand Slams agora que está a apenas três do recordista Roger Federer.

«Já disse que vencer Grand Slams é o mais importante, mas estar na disposição de bater recordes quanto ao número de semanas como número um mundial é algo que me motiva muitíssimo. Não é segredo que vou tentar lutar para ficar nessa posição porque me motiva muito continuar no topo do ranking e poder ser considerado o melhor jogador do mundo», disse.

O sérvio afirmou ainda que o que mudou para pensar em ser o melhor de sempre:

«Quando comecei a vencer mais de um Grand Slam por temporada percebi que podia alcançar o Sampras, o Federer e o Nadal na lista dos que mais títulos venceram. Não vou esconder que o meu objetivo é ser o que vence mais torneios desta categoria. Os Grand Slam são os eventos que me fazer continuar a competir a desfrutar do ténis com o objetivo de ser melhor dia a dia. Estou muito orgulhoso de estar nessa luta ainda que não vá ser fácil porque pouco a pouco as novas gerações vão tirando-nos da elite», disse.

Novak Djokovic está agora a dois títulos do Grand Slam dos 19 de Rafael Nadal e a três do recordista absoluto Roger Federer.

Tiago Ferraz