Djokovic nunca perdeu das ‘meias’ para a frente no Australian Open: eis as vítimas

Por Pedro Gonçalo Pinto - Janeiro 25, 2023

A ideia que fica deste Australian Open 2023 é que, historicamente, a janela para derrotar Novak Djokovic já fechou. O sérvio perdeu nos quartos-de-final por três vezes na sua carreira, mas nunca ficou pelo caminho das meias-finais para a frente. Depois de arrasar Andrey Rublev, Nole marcou duelo com Tommy Paul, que tenta o que nunca foi feito, tal como Stefanos Tsitsipas ou Karen Khachanov poderão eventualmente tentar na final.

É que Djokovic tem um perfeito 18-0 a partir das meias-finais do Australian Open, contabilizando nove troféus em Melbourne Park. Com mais duas fica com nota 20 e dez títulos no Australian Open, o que serviria para igualar o recorde de Rafael Nadal com 22 Grand Slams. Mas quem é que Djokovic derrotou nesses 18 encontros rumo à glória no Happy Slam? Veja aqui.

 

2008 – Roger Federer (meias-finais) e Jo-Wilfried Tsonga (final)
2011 – Roger Federer (meias-finais) e Andy Murray (final)
2012 – Andy Murray (meias-finais) e Rafael Nadal (final)
2013 – David Ferrer (meias-finais) e Andy Murray (final)
2015 – Stan Wawrinka (meias-finais) e Andy Murray (final)
2016 – Roger Federer (meias-finais) e Andy Murray (final)
2019 – Lucas Pouille (meias-finais) e Rafael Nadal (final)
2020 – Roger Federer (meias-finais) e Dominic Thiem (final)
2021 – Aslan Karatsev (meias-finais) e Daniil Medvedev (final)

Djokovic ativa God Mode e arrasa Rublev rumo às ‘meias’ do Australian Open

O ténis entrou na minha vida no momento em que comecei a jogar aos 7 anos. E a ligação com o jornalismo chegou no momento em que, ainda no primeiro ano de faculdade, me juntei ao Bola Amarela. O caminho seguiu com quase nove anos no Jornal Record, com o qual continuo a colaborar mesmo depois de sair no início de 2022, num percurso que teve um Mundial de futebol e vários Europeus. Um ano antes, deu-se o regresso ao Bola Amarela, sendo que sou comentador - de ténis, claro está - na Sport TV desde 2016. Jornalismo e ténis. Sempre juntos. Email: pedropinto@bolamarela.pt