Djokovic ativa God Mode e arrasa Rublev rumo às ‘meias’ do Australian Open

Por Pedro Gonçalo Pinto - Janeiro 25, 2023
Djokovic-final-australian open

À medida que qualquer torneio avança, as dificuldades que um tenista sente tendem a aumentar. Bom, esse não tem sido o caso com Novak Djokovic, já que o sérvio voltou a assinar uma exibição brutal para inscrever o seu nome nas meias-finais do Australian Open 2023. É a décima vez que o nove vezes campeão se apura para esta fase em Melbourne Park, pelo que se entende logo que nunca perdeu das ‘meias’ para a frente na sua carreira no Australian Open.

Desta feita, a vítima foi Andrey Rublev. A tentar chegar, por fim, às meias-finais de um torneio do Grand Slam, o 6.º do ranking ATP não conseguiu fazer frente a um Djokovic que esmagou com os parciais 6-1, 6-2 e 6-4. O domínio foi evidente desde o primeiro segundo, sendo que o primeiro sinal de vida de Rublev chegou quando já perdia por 5-1: teve dois pontos de break, mas não os aproveitou e viu Nole fugir tranquilamente.

Rublev parecia finalmente dentro do encontro no arranque da segunda partida, isto enquanto Djokovic parecia ter encontrado um rival… no vento. O sérvio chegou mesmo a irritar-se, mas deu conta da situação, fez o break no quinto jogo e resistiu às desesperadas tentativas que Rublev fazia para voltar ao encontro. A partir do momento em que o sérvio fez o 2-0, o russo enfrentava o impossível, já que Nole aumentou para 119-0 o registo depois de vencer as duas primeiras partidas em hard court.

O terceiro set foi só a confirmação do domínio de Djokovic, que passeou a caminho das meias-finais, onde agora vai ter pela frente o norte-americano Tommy Paul. Será a primeira vez que se defrontam, isto na primeira ‘meia’ de um Major da carreira de Paul e a… 44.ª de Djokovic, que persegue a 33.ª final e o 22.º título.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.