Djokovic: «Não vou vacinar-me. Espero notícias dos Estados Unidos»

Por José Morgado - Julho 10, 2022
djokovic-wimbledon

Novak Djokovic, campeã de Wimbledon — o 21.º Grand Slam da sua carreira — vai muito provavelmente falhar o último Grand Slam da temporada, uma vez que os Estados Unidos continuam a não permitir a entrada de cidadãos estrangeiros não vacinados no país. O sérvio de 35 anos assume que aguarda novidades dos Estados Unidos e reforça que não se vai vacinar.

“Não estou vacinado e não planeio fazê-lo. Na minha cabeça é assunto arrumado. Espero ter boas notícias dos Estados Unidos nas próximas semanas, mas não está nas minhas mãos. Se não conseguir jogar, terei de repensar o meu calendário”, assumiu Nole, que admite jogar a Laver Cup (com Roger Federer, Rafael Nadal e Andy Murray já garantidos…) e a Taça Davis na reta final de 2022.

O sérvio admite que passou um mau bocado na primeira metade do ano depois de tudo aquilo que aconteceu na Austrália. “Não me senti bem emocionalmente nos primeiros meses do ano, mas percebi que tinha de ser paciente e não desisti. Estes títulos em Wimbledon começam a aparecer em alturas cruciais da minha carreira. Depois de 2018, em que recuperava da minha operação ao cotovelo, agora em 2022. É muito especial”.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.