Djokovic: «Na vida tudo acontece por uma razão e o ténis estava destinado para mim»

Por Nuno Chaves - Janeiro 31, 2019

Novak Djokovic está a atravessar uma fase de domínio total na modalidade. O número um mundial venceu os últimos três Grand Slams disputados e demonstra estar em cada vez melhor forma, apontando já baterias para o seu próximo grande objetivo: Roland Garros. 

Numa conversa muito interessante com uma apanha bolas que esteve presente no Open da Austrália, Djokovic deixou vários conselhos. “O mais importante é amares aquilo que fazes e recordar que qualquer coisa que escolhas para a tua vida, neste meu caso é o ténis, te sirva nos maus momentos para voltares a experimentar essa emoção pura de porque começaste a jogar. Aí é quando começas a descobrir a tua força”, referiu o sérvio de 31 anos.

As palavras inspiradoras de Djokovic prosseguiram. “Apaixonei-me pelo jogo e foi como um sinal do destino para ter uma raqueta. Não herdei nenhuma tradição. Ninguém tinha jogado ténis na minha família. Apaixonei-me pelo ténis muito cedo e dediquei-me completamente a ele. Simplesmente senti que isso era exatamente o que queria fazer da minha vida. Creio que na vida tudo acontece por uma razão e o ténis estava destinado para mim”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.