Djokovic investe em empresa à procura de um tratamento contra a Covid-19

Por Bola Amarela - Janeiro 20, 2022
Novak Djokovic of Serbia gestures to the crowd during his singles match against Kevin Anderson of South Africa on day 2 of the ATP Cup tennis tournament at Pat Rafter Arena in Brisbane, Saturday, January 4, 2020. (AAP Image/Dave Hunt) NO ARCHIVING, EDITORIAL USE ONLY ** STRICTLY EDITORIAL USE ONLY, NO COMMERCIAL USE, NO BOOKS **

Novak Djokovic não foi autorizado a ficar na Austrália para competir no Australian Open pelo facto de não estar vacinado contra a Covid-19. Ora, o sérvio parece ter optado por apostar também num outro caminho que eventualmente venha limitar essa obrigação de estar inoculado contra a doença provocada pelo novo coronavírus. É que o número do mundo avançou para a compra de 80 por cento do capital da empresa QuantBioRes.

Ora, o objetivo é “desenvolver um tratamento médico contra a Covid-19”, segundo explicou o diretor executivo desta empresa biotecnológica que está sediada na Dinamarca. A informação foi dada pelo próprio à Reuters, apenas dias depois de Djokovic ter sido deportado da Austrália.

Recorde-se que Nole já falhou o Australian Open e corre sérios riscos de também ser impedido de entrar em França para disputar o Roland Garros, pelo que segue uma via diferente para tentar reverter toda esta situação sem ter de recorrer eventualmente à vacinação.

Bola Amarela