Djokovic iguala Sampras, mas ‘atira’: «Tenho sido muito passivo nos últimos duelos»

Por Tiago Ferraz - Outubro 29, 2020
djokovic-belgrado

Novak Djokovic confirmou o apuramento para os quartos de final do ATP 500 de Viena e mais do que isso, conseguiu garantir que termina o ano como número um mundial, pela sexta vez na carreira, igualando Pete Sampras.

“Como desportista queres sempre jogar o encontro com as tuas bases, mas nem sempre as pancadas vão sair como tu queres. Eu sei que, no meu caso, por muita experiência que tenha a este nível, ainda me sinto nervoso em algumas ocasiões e ainda tenho aquelas preocupações que todos têm. Às vezes jogo com menos intensidade, mas ao longo dos anos aprendi a gerir a minha energia e direcioná-la para o sítio correto. Nestes dois últimos duelos fui muito passivo”, ressalvou, citado pelo Punto de Break.

Novak Djokovic fala ainda da presença de público sérvio nas bancadas em Viena:

“Sinto-me muito confortável aqui, estou a aproveitar estes momentos. Sei que muitos jogadores adoram este torneio. Sei que o ténis é muito popular na Áustria. O sucesso do Dominic Thiem contribuiu muito para que o ténis ganhasse visibilidade por aqui e as pessoas percebem de ténis. (…) Foi muito bom ter visto bandeiras sérvias, ainda que haja limite de espetadores”, salientou.

 

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.