Djokovic: «Final de 2012 com Nadal foi um dos encontros mais incríveis»

Por Bola Amarela - Janeiro 31, 2021
Djokovic-Adelaide
FOTO: GETTY IMAGES

É já na madrugada de segunda para terça-feira que Novak Djokovic arranca oficialmente a temporada. O sérvio defronta Denis Shapovalov na defesa do título da ATP Cup e garante que está em plenas condições físicas. É que bolhas na mão direita quase tiraram o número um do Mundo da exibição de Adelaide com Jannik Sinner, mas é o próprio Nole quem dá a certeza.

“Estou muito bem. Os problemas que tive por causa das bolas na minha mão desapareceram. Não foram qualquer tipo de problema para mim durante os treinos que fiz nestes últimos dias”, comentou Djokovic, na antevisão da ATP Cup.

Questionado sobre qual o momento mais especial que já viveu na Austrália, Nole nem hesitou. “Sinto-me em casa cada vez que veno aqui. Mas se tiver de escolher algum momento único seria a vitória na final do Australian Open de 2012 contra Rafael Nada. Foi um dos encontros mais incríveis que já disputei. Também não me esqueço do primeiro título em 2008. Para ser honesto, sinto que a cada ano estou melhor”, destacou.

O que também é muito importante para Djokovic são os… Jogos Olímpicos. Esse foi um desejo que o sérvio deixou bem vincado na conferência de imprensa. “Espero que o torneio se possa realizar porque na minha cabeça está jogar no Japão. Haverá lá muita gente e será um torneio apaixonante. Mas não me cabe a mim falar como se deve fazer. Espero poder jogar no evento desportivo mais antigo e tradicional que existe”, reforçou.

Bola Amarela