Djokovic faz Shelton descer à terra e está na final do US Open pela 10.ª vez

Por José Morgado - Setembro 8, 2023
Djokovic-sf

Novak Djokovic, campeão de 23 títulos de Grand Slam, escreveu esta sexta-feira mais uma página de história para a sua carreira, ao qualificar-se para a final do US Open pela 10.ª vez na sua carreira. O sérvio iguala o recorde para maior número de finais de singulares masculinos na prova e aumenta o registo máximo de finais em todos os Majors (36), mais cinco do que Roger Federer, que contabiliza agora 31.

Numa meia-final que começou tranquila mas que virou um verdadeiro circo tenístico na segunda metade do terceiro set, Djokovic, atual número dois do Mundo mas de novo líder ATP a partir de segunda-feira, derrotou o jovem norte-americano Ben Shelton, que aos 20 anos foi uma das grandes histórias da quinzena, por 6-3, 6-2 e 7-6(4). Djokovic chegou a ter break de avanço no terceiro set, mas as coisas complicaram-se com Shelton a chegar mesmo a ter um set point no 10.º jogo do terceiro set.

Djokovic aguarda agora na final pelo vencedor do encontro entre o espanhol Carlos Alcaraz, campeão em título, e Daniil Medvedev, vencedor da prova de 2021,

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt