Djokovic despacha Raonic e marca 50.ª duelo da carreira contra Federer

Por José Morgado - Janeiro 28, 2020
djokovic

Novak Djokovic, sete vezes campeão do Australian Open, e Roger Federer, seis vezes vencedor, vão mesmo defrontar-se numa aliciante meia-final que vai colocar frente-a-frente dois tenistas que venceram, ‘juntos’, 13 das últimas 16 edições do Grand Slam dos Antípodas.

Num encontro de quartos-de-final sem grande história, o sérvio de 32 anos, atual número dois ATP, voltou a jogar de forma quase perfeita para derrotar o canadiano Milos Raonic, 32.º cabeça-de-série e antigo top 3 mundial, por 6-4, 6-3 e 7-6(1), ao cabo de 2h50 de encontro. Nole serviu e respondeu melhor do que o seu adversário e dominou, como esperado, as trocas de bola mais prolongadas, aumentando para 10-0 a vantagem no confronto direto diante do canadiano de 29 anos, num encontro em que a sua maior dificuldade… foram as lentes de contacto.

Djokovic vai assim reencontrar Roger Federer, naquele que será o 50.º encontro entre dois dos melhores de todos os tempos. O sérvio comanda o confronto direto por 26-23, mas foi o suíço a vencer o último embate, na fase de grupos das ATP Finals de 2019, há apenas dois meses.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.