Djokovic ‘culpa’ batalha fora do court com Federer, Nadal (e companhia) pela derrota em Indian Wells

Por José Morgado - Março 19, 2019

Novak Djokovic, número um mundial e vencedor dos últimos três títulos do Grand Slam, volta a ser um dos principais favoritos — se não o principal — ao título no Miami Open, prova Masters 1000 que já ganhou por seis vezes — isto depois de ter sido eliminado de forma prematura (na terceira ronda) do torneio de Indian Wells, na primeira quinzena deste mês.

O sérvio de 31 anos, eliminado por Philipp Kohlschreiber na Califórnia, explicou as razões que, na sua opinião, acabaram por ditar a derrota tão cedo em Indian Wells. “É um dos maiores torneios do Mundo e queria chegar longe, mas infelizmente não consegui. Aprendi uma lição: para se ganhar um torneio como Indian Wells tem de se estar totalmente focado no court e eu andei demasiado distraído e focado noutras coisas fora dele. Foi fatal.”

Estas declarações de ‘Nole’ foram feitas num diretor de Instagram na conta oficial do torneio de Miami, onde nunca se referiu diretamente à questão Chris Kermode — presidente do ATP que não foi reconduzido pelo Conselho de Jogadores liderado por Djokovic — ou ao nome dos rivais Roger Federer e Rafael Nadal, que revelaram ter sido esquecidos na hora da decisão, mas foi claro na hora de dizer que se sentiu distraído por tudo o que foi dito.

Djokovic assumiu que as suas rotinas foram quebradas. “Não me quero desculpar, mas a verdade é que as minhas rotinas ficaram quebradas por todas essas situações e não consegui jogar bem. Mas foi uma lição que já aprendi”.

Em Miami, Djokovic tem bye na primeira ronda e estreia-se na sexta-feira diante de Tomas Berdych ou Bernard Tomic.

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.