Djokovic ‘arrasa’ Troicki e entra a vencer no grupo A do Adria Tour

Por Tiago Ferraz - Junho 13, 2020
novak-djokovic

O tenista sérvio Novak Djokovic entrou da melhor forma possível no Adria Tour depois de ultrapassar, este sábado, o seu compatriota Viktor Troicki, em dois short sets, pelos parciais de 4-1 e 4-1.

A primeira partida ficou marcada por algum equilíbrio depois de Viktor Troiki ter entrado decidido em court com um primeiro ponto, simplesmente, fabuloso. Depois disso, Djokovic equilibrou e, ainda que tenha enfrentado um 0-30 no terceiro jogo, segurou o serviço e avançou mesmo para o 2-1.

No jogo seguinte, Novak Djokovic ‘abriu o livro’ com um amortie incrível e, depois disso, ganhou balanço para criar o primeiro desequilíbrio no parcial com jogo em ‘branco’ (3-1).

A servir para fechar a primeira partida, Djokovic não vacilou, manteve o nível elevado e colocou-se na frente do parcial com um 4-1 no primeiro short set com um volley amotie que ‘roçou’ a perfeição.

No segundo mini-set, Novak Djokovic continuou a dar bons sinais, fez o break logo no jogo inicial e depois disso chegou um dos melhores momentos do encontro: no jogo de serviço de Djokovic, o duelo ficou marcado pela presença de um jovem que jogou um ponto em pleno encontro e venceu mesmo a troca de bolas… Com Djokovic num momento épico! Tem talento o pequenino.

Depois da troca de bolas, Djokovic serviu e manteve-se seguro e avançou para o 2-0 ao ceder apenas um ponto no seu serviço.

No terceiro jogo da segunda partida, Viktor Troiki conseguiu, finalmente, colocar o seu nome no marcador da segunda partida e reduziu para 2-1.

Ainda assim, até final, Novak Djokovic esteve bem, variou muito o seu jogo e geriu as operações e acabou por fechar o encontro com uma vitória ‘natural’ com novo resultado de 4-1.

Novak Djokovic soma assim o primeiro ponto na prova fruto da primeira vitória e volta a jogar mais logo, na segunda jornada do grupo A deste Adria Tour, diante do também sérvio Filip Krajinovic.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.