Dimitrov tem muitas dúvidas acerca do US Open: «Há muitas questões a fazer»

Por Tiago Ferraz - Agosto 5, 2020
dimitrov

O tenista búlgaro Grigor Dimitrov manifesta muitas dúvidas acerca da edição de 2020 do US Open e revela o que sente atualmente à conversa com a Sky Sports.

“Neste momento, eu estou com muitas dúvidas. Vou ser muito honesto. Eu estou a pensar neste tema há algum tempo e penso nisto todos os dias. Eu acho que ainda há muitas questões que eu tenho que fazer (…) Para os europeus é difícil porque a viagem até Nova Iorque demora cerca de 12 horas e temos que apanhar alguns aviões, ir para o hotel e a bolha…E a bolha, mas vamos estar no mesmo sítio com mais de 1000 pessoas. Não vai ser fácil”, disse.

Grigor Dimitrov revela também o que passou depois de saber  que acusou positivo ao coronavírus:

“Eu não me senti nada bem. Tinha sintomas distintos. Perdi o cheiro. Ainda não estou a 100 porcento, mas estou a tentar chegar a esse nível todos os dias. Tinha medo que o meu corpo se ressentisse e que fosse abaixo. É o maior medo de qualquer atleta” , realça.

Quanto ao US Open ainda não há mesmo uma resposta definitiva por parte do búlgaro:

“Eu tenho estado a treinar muito, sinto que tenho mais energia e tudo mais, mas por agora ainda não consigo dizer “Sim, eu vou” ou “Não, não vou”, revela.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.