Dart sai da sombra de Raducanu e está a viver a melhor semana da carreira

Por José Morgado - Março 14, 2022
dart-indianwells

Os britânicos procuraram durante décadas uma campeã de torneios de Grand Slam e encontraram-na de forma totalmente inesperada em 2021, quando Emma Raducanu, de apenas 18 anos, surpreendeu tudo e todos rumo ao título no US Open. Pelo meio, ao longo de todos estes anos, foram ficando muitas gerações de tenistas que prometiam e nunca chegaram a concretizar potencial — Heather Watson e Laura Robson são alguns dos exemplos.

Este domingo e poucas horas depois de Raducanu cair na terceira ronda de Indian Wells, Harriet Dart, tenista de 25 anos que nunca conseguiu — até agora — entrar no top 100 mundial, apurou-se para os oitavos-de-final na Califórnia às custas de uma grande vitória diante da veterana estónia Kaia Kanepi, de 36 anos e recentemente quartofinalista do Australian Open, por 7-6(4) e 6-3.

Nos oitavos-de-final mais importantes da sua vida, Dart terá pela frente a norte-americana Madison Keys e vai à procura de mais uma vitória marcante para a sua carreira.

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.