Como chegar agora a uma final Masters 1000 sabe ainda melhor a Berrettini

Por Bola Amarela - Maio 9, 2021
Foto: EPA

Matteo Berrettini, atual número 10 do ranking ATP, está a viver um autêntico sonho no Mutua Madrid Open. Pela primeira vez na carreira, o italiano está na final de um torneio Masters 1000, algo que já perseguia há muito. Ora, para o próprio, este feito ainda se torna mais especial por tudo o que aconteceu nos últimos meses até chegar ao duelo decisivo deste domingo com Alexander Zverev.

“Chegar tão longe deixa-me com uma sensação muito boa, é algo diferente. Quando estás a jogar, sem querer pensas que podes passar a uma final. No ano passado estive nas ‘meias’ do US Open, mas era diferente. É, sem dúvida, uma grande sensação, sobretudo se tivermos em conta a luta que tive nos últimos meses com a minha lesão. Trabalhei muito para recuperar. Agora sabe muito melhor”, confessou o italiano.

Sobre o encontro com Zverev, com quem tem duas derrotas e uma vitória, Berrettini confessa que está impressionado com o tem visto de Sascha durante esta semana, mas promete dar tudo na luta pelo título. “Vi alguns encontros e sei que está a servir muito bem, muito sólido e a mexer-se bem. Para a sua altura, é realmente bom nesse aspeto. Está na final, bateu Rafa e Dominic, possivelmente os dois melhores jogadores em terra batida. Será um desafio para mim, mas estou na final. Nesta ronda só jogam os dois melhores jogadores do torneio!”atirou.

Bola Amarela