Cada vez mais perto: Murray diz que pode jogar singulares em Cincinnati… e US Open

Por Nuno Chaves - 30 Julho, 2019

As notícias são cada vez mais animadoras. Andy Murray, antigo número um mundial e que continua a trabalhar na sua recuperação, joga esta semana a variante de pares do ATP 500 de Washington com o irmão Jamie Murray.

O britânico foi claro em relação ao seu estado físico. “Já não sinto nenhum tipo de dor. A verdade é que me vejo mais perto de voltar a jogar singulares, algo que nunca tinha pensado quando comecei com esta lesão. Ainda me falta muita condição física para poder competir com garantias, mas quero fazê-lo o mais depressa possível”, garantiu Murray.

As boas sensações são tantas que pode acontecer… já em Cincinnati. “No melhor dos casos posso competir em Cincinnati”, referiu, falando, depois, no US Open. “Se competir em Cincinnati vou jogar singulares em Nova Iorque. Não quero que o meu primeiro torneio em singulares seja um Grand Slam. Se não jogar Cincinnati, vou jogar pares masculinos e mistos em Flushing Meadows”, afirmou em conferência de imprensa.

Murray acabou por dar ainda mais uma novidade. “Na próxima semana vou voltar a jogar com o Feliciano Lopez em Montreal. Foi uma grande experiência a que vivemos em Queens. Entendemo-nos muito bem e creio que podemos ter um bom papel”, revelou Murray, que conquistou a competição com o espanhol.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.