Bolada de Hingis atira Hlavackova para fora do US Open

Por admin - Agosto 19, 2016

Andrea Hlavackova podia ter trazido ao peito uma medalha dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, tendo estado em boa posição de se qualificar para a final de pares femininos, mas quis o destino – e Martina Hingis – que a checa de 30 anos fosse travada nas meias-finais e trouxesse do Brasil nada mais do que um olho negro e uma fratura no nariz.

As consequências da bolada que levou de Hingis fazem-se sentir não só no presente, como no futuro de Hlavackova, já que se vê obrigada a ficar de fora do Open dos Estados Unidos. “Além da contusão ocular, tenho o nariz partido, como revelou a tomografia”, disse a jogadora de Plzen, como se pode ler no website checo “Sport”. “Percebi que não devia subestimar a lesão e, em vez de viajar para os Estados Unidos, ficarei a recuperar, evitando impactos e pressões”.

Declarações proferidas por Hlavackova já depois da sua chegada à Europa, esta terça-feira, mas, ainda no Rio de Janeiro, deixou bem claro o que pensa sobre o incidente de que foi vítima. “[Hingis] é uma das grandes jogadoras que sabe onde meter a bola. Quando assisti às imagens e vi o espaço à minha volta, tive de admitir que ela podia ter metido a bola longe… Ela estava mais preocupada com o facto de não ter tempo para ser vista pelo médico do que com o estado do meu olho”, revelou a medalha de parta dos Jogos olímpicos de Londres.

O vídeo do incidente e as imagens que mostram as consequências do impacto:

Cp5m1smUkAIJOl1 Cp5m1sfUEAAHwIf