Berrettini vai do céu ao inferno mas resiste a recuperação épica de Alcaraz rumo aos ‘oitavos’

Por Bola Amarela - Janeiro 21, 2022

Matteo Berrettini foi do céu ao inferno, mas saiu das chamas ileso e garantiu a sua vaga nos oitavos-de-final do Australian Open. O número 7 do ranking ATP parecia encaminhado para um triunfo autoritário frente a Carlos Alcaraz, antes de ver a vantagem de dois sets a zero dissipar-se, com o prodígio espanhol a subir de nível. Certo é que se aguentou à lei da bala e somou mesmo um triunfo muito importante.

A defrontar o 31.º classificado da hierarquia mundial masculina, Berrettini triunfou com os parciais 6-2, 7-6(3), 4-6, 2-6 e 7-6(5), ao cabo de intensas 4h13. O tialiano viu-se a liderar por 4-3 e 0-30 no serviço de Alcaraz na terceira partida, mas foi aí que o espanhol de 18 anos disparou para uma incrível recuperação, salvando até um match point no quinto set antes de tudo ser resolvido no tie-break até aos 10. Na hora da verdade, Berrettini fez uso de toda a sua experiência, elevou o nível e carimbou o passaporte rumo à quarta ronda.

Vingada que está a derrota em Viena contra Alcaraz, Berrettini repete os ‘oitavos’ alcançados na época passada, altura em que desistiu devido a uma lesão abdominal. Agora, o vice-campeão de Wimbledon fica à espera para saber se vai defrontar Pablo Carreño Busta ou Sebastian Korda.

Bola Amarela