Becker: «Djokovic está a ameaçar o resto da carreira e a luta pelo GOAT se não se vacinar»

Por Bola Amarela - Janeiro 7, 2022
becker-djokovic

Novak Djokovic permanece num impasse em Melbourne, ao estar trancado num hotel para refugiados à espera de saber se o recurso que interpôs para anular a ordem de deportação é aceite. Ora, surgem cada vez mais opiniões em relação ao tema, com alguém que já foi bem próximo do número um do mundo a referir que as implicações vão muito além de ‘apenas’ um Australian Open. É aqui que entra… Boris Becker.

“Ele é quase família para mim, mas em todas as famílias não se concorda com algumas coisas. Neste caso ele está a cometer um grande erro ao não vacinar-se. Está a ameaçar o resto da carreira e a luta pelo estatuto de GOAT se não se vacinar. Não tive hipótese de falar com o Novak, mas aconselho-o a vacinar-se. Não sei se ele vai ouvir isto, mas pronto. Aceito que olho para a minha saúde de forma diferente aos 50 anos, ao contrário de alguém com 20 ou 30 que se sente invencível”, destacou.

Certo é que Boris Becker, antigo treinador do sérvio, tem poucas certezas de que Djokovic ceda à vacinação. “Se ele não o fizer, daqui a dez anos vai olhar para trás e perceber que cometeu um erro. Será muito difícil ele ter a vida de um tenista profissional a viajar pelo mundo sem vacinação. Essas são as regras, goste-se ou não, há que aceitar”, sustentou.

Bola Amarela