Bautista arrasador: «Isto é como uma prisão, um desastre total»

Por José Morgado - Janeiro 19, 2021
bautista

Roberto Bautista Agut, top 20 mundial, foi esta terça-feira um dos tenistas mais vocais contra a situação que os jogadores estão a enfrentar no pré-Australian Open. O espanhol de 32 anos nem sequer é um daqueles jogadores que está em quarentena total — pode treinar durante cinco horas por dia — mas questionado sobre como se encontra, comparou mesmo a sua quarentena… a uma prisão!

“É como está preso, é igual, mas com wi-fi. Estas pessoas não fazem a mínima ideia do que é o ténis, do que são campos de treinos. Nada. É um completo desastre. Não a organização do Australian Open, mas sim o governo local. Tenho trabalhado no quarto, mas não é a mesma coisa. Estou a sentir-me bastante cansado e não me consigo a imaginar duas semanas assim. É muito, muito difícil. Tenho de trabalhar bastante mentalmente e ser paciente”, assumiu o espanhol, que vai competir na ATP Cup antes do Australian Open.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.