Barty elimina “sensação” Anisimova e está na final de Roland Garros

Por José Morgado - Junho 7, 2019
ashleigh-barty

Antiga menina prodígio do ténis australiano, Ashleigh Barty decidiu abandonar a modalidade aos 19 anos para se dedicar… ao críquete. Em boa hora voltou. Esta sexta-feira, a australiana, agora com 23 anos, apurou-se para a primeira final de Grand Slam de singulares da sua carreira e vai lutar este sábado pelo título mais importante da sua vida em Roland Garros.

Num encontro de meias-finais disputado no Court Suzanne Lenglen, mas que contou com muito público nas bancadas, Barty, que vai estrear-se no top 3 mundial na próxima segunda-feira, derrotou a jovem norte-americana Amanda Anisimova, de 17 anos e que vai entrar no top 30 WTA, por 6-7(4), 6-3 e 6-3, recuperando de break abaixo na terceira partida. Anisimova ganhou o primeiro parcial depois de ter perdido os primeiros cinco jogos (0-5) em… 12 minutos.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/rolandgarros/status/1136951725183635456

Na final deste sábado (14 horas), Barty vai defrontar a jovem checa Marketa Vondrousova, de 19 anos. Será o terceiro encontro entre ambas (primeiro em terra batida) e a australiana ganhou os dois anteriores, em 2017 e 2018.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt