Badosa sobrevive à 240.ª WTA, filha de lenda da modalidade: «Ainda estou em choque»

Por José Morgado - Agosto 4, 2022

Paula Badosa, número quatro do Mundo, regressou esta quarta-feira à noite à competição pela primeira vez desde a derrota nos oitavos-de-final de Wimbledon e conseguiu qualificar-se para os quartos-de-final do WTA 500 de San José, onde é a segunda cabeça-de-série, mas de forma… muito sofrida!

A espanhola de 24 anos, que tem sido uma das tenistas mais consistentes de 2022, derrotou a qualifier norte-americana Elizabeth Mandlik, número 240 do Mundo e filha da antiga tenista checa Hana Mandlikova, campeã de quatro títulos de Grand Slam, por 6-2, 5-7 e 7-6(5), numa batalha de 2h33 em que a jovem norte-americana chegou a servir por duas vezes (5-4 e 6-5) para fechar o encontro.

No final do encontro, Badosa estava chocada com o nível de Mandlik. “Estou muito surpreendida, ainda não acredito no nível dela. Não entendo como não está no top 100”, elogiou a espanhola nascida em Nova Iorque.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/WTA/status/1555014326720741377

Badosa terá um duelo de quartos-de-final muito difícil na sexta-feira, dado que defronta a vencedora do encontro entre a norte-americana Coco Gauff e a japonesa Naomi Osaka.

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.