Austrália regressa à final da Fed Cup 26 anos depois

Por José Morgado - 21 Abril, 2019

Vinte seis anos. Pela primeira vez desde 1993, a Austrália está na final da Fed Cup. Em Brisbane, a equipa da casa, carregada pela fantástica Ashleigh Barty, recentemente campeã do torneio de Miami, derrotou a Bielorrússia por 3-2, numa eliminatória apenas resolvida num não menos fabuloso par decisivo, que definiu o 3-2 final.

Depois do empate 1-1 no sábado, este domingo Barty voltou a vencer e colocou a Austrália na frente com um triunfo sobre Aryba Sabalenka, num duelo entre top 10, por 6-2 e 6-2, mas Victoria Azarenka, num encontro entre campeãs de Grand Slam, repôs a igualdade, superando Sam Stosur, por ainda mais arrasadores 6-1 e 6-1.

As quatro jogadoras voltaram ao court para a variante de pares e aí as australianas, ambas campeãs de Majors na variante, confirmaram o seu favoritismo, vencendo por 7-5, 3-6 e 6-2, num encontro muito equilibrado e repleto de pontos fabulosos.

A Austrália já sabe que vai jogar a final em casa no início de novembro: resta saber com quem, França ou Roménia, que decidem na tarde desde Domingo de Páscoa o outro finalista.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.