Ásia e temporada indoor em risco: presidente do ATP ainda não sabe o que fazer

Por Bola Amarela - Julho 14, 2020
xangai

O italiano Andrea Gaudenzi, presidente do ATP revelou em entrevista à Sky Italia que as próximas duas semanas serão decisivas para definir o calendário dos próximos meses.

“Nos últimos três meses, tomámos uma série de decisões importantes. Nós, a WTA e a ITF iniciámos a fase marcada pela COVID-19 de maneira conflituosa, mas hoje em dia estamos a trabalhar duro e unidos em direção ao único objetivo realmente importante, que é o regresso da atividade em segurança”, declarou o presidente da ATP.

Gaudenzi teria dito ainda que “há muitas perguntas e poucas respostas”. “O ténis, comparado com outros desportos, está em desvantagem nesse sentido, devido ao facto de ser tão internacional. Os atletas chegam a um torneio de todas as partes do Mundo e desse torneio mudam-se para outro país, se não para outro continente. O futebol e a NBA podem fechar-se numa bolha e lá podem realizar os seus eventos, mas nós não podemos fazê-lo. E os governos não estão a dar indicações sobre nenhuma exceção a favor dos atletas envolvidos”, seguiu.

O italiano assume que a época asiática e a temporada europeia indoor também ainda não é certa. “Há variáveis impossíveis de controlar”.

O regresso do circuito também não é ainda certo. “Precisamos de entender que, se um jogador testasse positivo ao coronavírus durante um torneio, esse torneio não poderia ser interrompido repentinamente, talvez só nos quartos-de-final ou nas meias-finais. Por esse motivo, devemos ser cautelosos, ponderar cada pequena eventualidade antes de dar qualquer sinal verde. As duas próximas semanas serão decisivas”, decretou

Bola Amarela