Alcaraz, o novo Nadal? «Não, quero construir o meu próprio caminho»

Por José Morgado - Fevereiro 17, 2020
Alcaraz
Foto Bruno Alencastro/Bola Amarela

Carlos Alcaraz, de apenas 16 anos, é uma das jovens coqueluches do ténis mundial. O jovem tenista espanhol já ganhou dois títulos internacionais de nível ITF esta temporada (e fez outra final) e está às portas do top 400, sendo já nesta altura — e de longe — o tenista mais jovem do top 500.

Agenciado pela IMG, dona do Rio Open, o tenista de Murcia recebeu um wild card para o quadro principal e acredita que vai estar à altura da oportunidade. “Eu tenho estado a treinar muito bem. Sinto-me forte fisicamente e tenisticamente, pelo que acho que estou pronto para defrontar qualquer tenista deste quadro”.

O jovem espanhol, que defronta o seu compatriota Albert Ramos, top 50, na primeira ronda, assegura que não pretende ser o novo Nadal, nem sequer o novo Juan Carlos Ferrero, que é o seu treinador. “Não sou o sucessor de ninguém. Quero construir o meu próprio caminho. Treinar com alguém como o Ferrero, que foi número 1 do mundo, traz aprendizagem que nem todos os treinadores podem dar. Fico muito feliz de poder aprender com as situações que ele viveu“.

E como é ser profissional aos 16 anos? “Estou à distância, mas nunca deixei de estudar. E depois não faço coisas que os miúdos da minha idade fazem. Muitas vezes tenho tão pouco tempo que em vez de estar com os meus amigos utilizo-o para estudar um pouco, para compensar aquilo que perco com treinos e torneios”, assumiu.

Alcaraz

Foto Bruno Alencastro/Bola Amarela

Alcaraz

Foto Bruno Alencastro/Bola Amarela

Alcaraz

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.