João Sousa afastado em pares pelos principais favoritos

João Sousa voltou a encontrar Martin Klizan no piso rápido do ATP 500 de Tóquio, mas desta vez do mesmo lado do court para defrontarem os primeiros cabeças-de-série da variante de pares: Jamie Murray e Bruno Soares.

Um embate que se avizinhava e que se confirmou duro para a dupla luso-eslovaca, que cedeu por 4-6 e 1-6 na ronda inaugural. Numa hora exata de jogo, a segunda melhor dupla da atualidade controlou o rumo dos acontecimentos desde o início do encontro, chegando à quebra nas quatro ocasiões em que teve oportunidade de o fazer.

A ação segue na variante de singulares par o número um nacional e 34.º mundial, que disputa esta quarta-feira de madrugada na segunda ronda a grande atração da prova japonesa, o jogador da casa Kei Nishikori.

Sobre o autor
- Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *