Shapovalov: «Só tenho 19 anos, não vou chegar às meias-finais todas as semanas»

Denis Shapovalov, que aos 19 anos já é número 25 mundial, não escondeu o desapontamento da eliminação na segunda ronda de Roland Garros, diante do alemão Maximilian Marterer, mas tentou desdramatizar a situação, lembrando que a sua carreira ainda vai… no início.

“Tenho de melhorar. Não me senti muito bem em court e ainda tenho alguma dificuldades em defrontar com outros canhotos, porque a bola vem com efeito ao contrário. Não posso sair daqui triste, porque tive as minhas oportunidades. Tenho muito a aprender”, confessou o canadiano em conferência de imprensa.

Shapovalov, que chegou às meias-finais no Masters 1000 de Madrid e aos ‘oitavos’ em Roma, está consciente de que as coisas nem sempre vão correr como deseja. “Não vai ser sempre como Madrid. Só tenho 19 anos, não vou chegar às meias-finais todas as semanas. Há semanas melhores e outras piores e hoje caiu para o lado do Maxi [Marterer] que foi melhor. Vou continuar a desfrutar de todo este processo”.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.