Em crise. Radwanska vai abandonar o top 10 pela primeira vez em dois anos

Conhecida por ser uma das jogadoras mais ‘certinhas’ do circuito feminino, Agnieszka Radwanska não tem conseguido fugir à espiral de resultados negativos em que caiu no início da época, e está de saída do top 10. A polaca de 28 anos foi derrotada esta madrugada pela australiana Daria Gravilova, 26.ª do ranking WTA, nas meias-finais do torneio de New Haven, nos Estados Unidos, por duplo 4-6.

Radwanska vai abandonar o lote das melhores jogadoras do mundo pela primeira vez em dois anos, sendo ultrapassada no ranking por Dominika Cibulkova, apurada para a final do Connecticut Open, onde vai defrontar, precisamente, Gravilova, que conseguiu a nona vitória sobre uma jogadora do top 10.

Além de atirar Radwanska para fora do top 10, Gravilova impede a jogadora polaca de defender o título conquistado no ano passado.