Carreño Busta: «Sem Nadal, eles são os favoritos»

A Espanha vai atuar nas meias-finais da Taça Davis 2018 sem o seu maior trunfo, Rafael Nadal. Uma notícia que agrada aos franceses, campeões em título, mas que deixa os espanhóis de pé atrás. Pablo Carreño Busta, que veste a camisola de número um da sua seleção, enaltece o valor da equipa, admitindo, no entanto, que o favoritismo passa para o lado de lá do court.

“Temos hipóteses”, começou por dizer o espanhol de 27 anos, citado pelo site Punto de Break. “Claro que com o Rafa teríamos mais probabilidades de vencer, mas isso não significa que não tenhamos as nossas oportunidades. Ter o número um do mundo na equipa é uma vantagem, mas a Espanha tem grandes jogadores”.

“Sem o Rafa”, continuou o atual número 21 mundial, “contamos com uma equipa bastante completa e equilibrada, com bons jogadores para os singulares e para os pares, além de jogadores para todas as superfícies. Sem o Rafa, eles são os favoritos. É suposto serem eles a ganhar, jogando em casa, com o público do seu lado, com o piso e as bolas que escolheram. A nós, resta-nos aproveitar o duelo e esperar que possamos protagonizar uma suspresa. Lutaremos por cada encontro”, assegurou.

A meia-final entre espanhóis e gauleses joga-se em indoor, no estádio Pierre Mauroy, em Lille, France, a partir desta sexta-feira. Carreño Busta e Benoit Paire protagonizam o primeiro singular do dia, seguindo-se o embate entre Lucas Pouille e Roberto Bautista Agut.

Na luta pela final estão também a Croácia e os Estados Unidos.