Nadal: «Kyrgios é bom para o ‘show’ mas não sei se é um bom exemplo para as crianças»

A nova geração do ténis masculino já deu provas de que o futuro está bem entregue. Seja pela irreverência ou pelo talento, a verdade é que jogadores como Alexander ZverevNick Kyrgios ou Dominic Thiem já se encontram na ponta da língua dos milhares de fãs da modalidade.

Rafa Nadal, numa entrevista ao jornal francês Le Monde, falou sobre aquilo que os novos jogadores têm para dar à competição. “Aquilo que mais me surpreende é a maneira fortíssima em que eles batem na bola em detrimento da táctica. Se me perguntas, como amante do ténis e não como jogador, preferia ter outro estilo. Mas não me cabe a mim julgar, corresponde ao ATP”, comentou o número 1 mundial, admitindo que o facto de os pontos serem mais rápidos não beneficia o ténis.

“Os jogadores são cada vez mais altos e a altura da rede é a mesma. Não creio que seja bom para o espetáculo que os pontos sejam tão rápido. Se o jogo se resume ao serviço e a uma curta troca de bolas, penso que as pessoas não vão gostar do ténis”.

O espanhol de 31 anos analisou ainda a figura de um dos tenistas mais populares da atualidade: Nick Kyrgios. “Creio que o Kyrgios é bom para dar ‘show’. Não sei se é um exemplo para as crianças mas em termos de jogo é espetacular, tem truques que outros não têm”, afirmou, deixando ainda claro que são poucas as vezes que joga sem dores. “Consigo lidar com a dor. O problema é quando passa a ser demasiado intensa e não consigo competir“, concluiu o maiorquino.

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *