João Sousa: «Porque não superar o 28º ATP? É algo que temos em mente»

O melhor tenista português de todos os tempos, João Sousa, foi condecora esta terça-feira na Câmara Municipal de Guimarães, onde foi recebido pelo presidente Domingos Bragança no Salão Nobre dos Paços do Concelho, depois de ter conquistado o título do Millennium Estoril Open. Mas, por ocasião da homenagem, o vimaranense mostrou não estar ainda satisfeito e ter objetivos mais ambiciosos.

“Sim, porque não [superar o 28.º lugar]? É um objetivo que temos em mente, sem dúvida. Não vou negá-lo. Como disse, há muito trabalho a fazer. Temos vindo a trabalhar muito bem. Acho que estamos no bom caminho. Ser perseverante é muito importante, confessou o Conquistador que atingiu o seu melhor ranking de sempre em maio de 2016, após ter chegado aos quartos de final do Masters 1000 de Madrid. Para superar essa “barreira”, João Sousa defende faltar-lhe “ser ainda melhor jogador” e “alcançar o melhor nível de ténis“, pelo que precisa de “continuar a trabalhar”.

O próximo desafio do jogador português, de 29 anos, no circuito ATP é o Masters 1000 de Roma, onde promete entrar com tudo para fazer um bom torneio, mas “sem expectativas” quanto a resultados. Apesar de querer chegar a um “grande nível” e de estar motivado para “alcançar ainda melhores títulos“, João Sousa realçou não sentir mais responsabilidade para alcançar resultados ainda melhores do que os já atingidos.

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.