Zverev: «Perder depois de três horas é uma grande porcaria»

Por José Morgado - Julho 28, 2019
azverev

Alexander Zverev, número cinco mundial, mostrou-se este sábado naturalmente desapontado pelo facto de ter perdido nas meias-finais do ATP 500 de Hamburgo, perante o seu público, num encontro em que chegou a dispor de dois match points de uma vantagem grande no tie-break do terceiro set, diante do georgiano Nikoloz Basilashvili.

O tenista alemão de 22 anos lembra que perder em 3h08… dói bastante. “Perder após mais de três horas é uma grande porcaria. Mas fiz uma grande semana, repleta de emoções e estou contente pela forma como correu. Nos quartos-de-final fui capaz de manter-me calmo e dar a volta e neste encontro das meias-finais quase fiz a mesma coisa”, lembrou.

Zverev espera poder voltar a esta prova, mas não promete. “Não é fácil em termos de calendário. Este ano perdi na primeira ronda de Wimbledon e em termos de calendário fez sentido para mim. Mas quando um dia chegar à segunda semana de Wimbledon, e espero que aconteça, será difícil andar a mudar de superfície três vezes em duas semanas”, assumiu.

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.