Zverev joga muito, derrota Nadal e volta à final de um Masters 1000 mais de um ano depois

Por José Morgado - Novembro 7, 2020
Zverev

Alexander Zverev, de 23 anos, confirmou este sábado o regresso à final de um torneio ATP Masters 1000 pela primeira vez desde outubro do ano passado — em Xangai –, ao apurar-se para o duelo de discussão do título do Paris Rolex Masters 2020, em Bercy.

O alemão de 23 anos jogou (e especialmente serviu) muito bem e derrotou o espanhol Rafael Nadal, número dois do Mundo e primeiro cabeça-de-série, por 6-4 e 7-5, em 1h38 de duelo. Depois de dominar completamente a primeira hora do encontro, Zverev ainda tremeu na segunda metade do segundo set — deixou o espanhol recuperar de 2-4 0-40 para 5-4 — mas acabou por voltar a sair por cima na reta final, fazendo o break no 11.º jogo e fechando com um jogo de serviço fácil. Nadal esteve muito longe do seu melhor (17 winners, 18 erros não forçados), mas Zverev atuou ao seu melhor: 37 winners, 18 erros, 15 ases e apenas 1 dupla falta.

Esta é a 12.ª vitória consecutiva de Zverev, que venceu 21 de 24 encontros desde que começou a trabalhar com David Ferrer, ex-número três mundial, durante a paragem pandémica. O alemão soma dois títulos ATP, uma final de Grand Slam e agora uma final Masters 1000 neste período.

Zverev e Medvedev vão defrontar-se pela sétima vez e o alemão lidera o confronto direto por 5-1. A única vitória do russo foi, no entanto, na última final de Masters 1000 que ambos disputaram, em Xangai 2019.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.