Wozniacki: «Seria muito especial voltar a ser número 1 do mundo»

Caroline Wozniacki voltou a recuperar o seu melhor ténis depois de ter vivido algumas temporadas complicadas no circuito feminino. Atualmente na 2ª posição do ranking WTA, a dinamarquesa procura fazer um bom Open da Austrália, de forma a dar seguimento ao excelente ano de 2017.

Em conferência de imprensa, Wozniacki falou da vontade de chegar novamente à liderança da hierarquia mundial. “Creio que será sempre especial, algo realmente incrível. De qualquer forma, agora estou a fazer tudo o que posso, só quero preocupar-me em jogar bem, esse é o meu único objetivo. Tudo o resto virá com naturalidade”, comentou.

Apesar de nunca ter conquistado qualquer torneio do Grand Slam, a tenista de 27 anos acredita que pode ainda lá chegar. “Sinto-me bem, o ano passado estive genial e é algo de que estou realmente orgulhosa. Estou feliz de voltar a estar aqui e a jogar muito bem. Espero poder melhorar mais. Afinal de contas, isso é também o que faz o ténis divertido. Nunca chegas a ser perfeito, há sempre coisas em que podes trabalhar, é um jogo bonito”.

Na primeira ronda do Open da Austrália, Caroline Wozniacki vai medir forças frente à romena, Mihaela Buzarnescu, que esta semana atingiu a final do WTA de Hobart.