Wozniacki pode não competir em 2020 e deixa reflexão: «Foi uma viagem assombrosa»

Por Nuno Chaves - Dezembro 2, 2019
Foto: Getty Images

As lesões mas acima de tudo a doença artrite reumatóide estiveram na base de uma temporada longe daquilo a que Caroline Wozniacki já nos habituou.

Atualmente fora do top 35 mundial, a dinamarquesa está em casa a descansar, mas certo… é que pode nem sequer voltar aos courts e não competir em 2020 é uma hipótese que está em cima da mesa.

A decisão será tomada nos próximos dias. “Ainda não sei, é algo que tenho de pensar detalhadamente. Atualmente quero passar um tempo agradável em família. Decida o que decidir foi uma viagem assombrosa”, confessou a antiga número um mundial.

Questionada sobre qual foi o momento mais especial da carreira, a escolha foi… surpreendente. “Claro que ganhar um Grand Slam ou ser número um são feitos enormes para um tenista, mas pessoalmente, não creio que existe algo maior que ser a figura principal da Dinamarca. Neste caso, levar a bandeira nuns Jogos Olímpicos. É algo realmente grandioso, algo que vou recordar com um sorriso e muito orgulho. Algo que algum dia espero ensinar aos meus filhos”, concluiu, em entrevista a um órgão de comunicação dinamarquês.

Wozniacki tem atualmente 29 anos, é mulher casada, com uma vida estável e, tendo em conta o seu estado de saúde, resta perceber qual será a sua decisão.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.