Witthoeft: «Não sei se a Sharapova teria o currículo que tem sem Meldonium»

Por José Morgado - Maio 15, 2020
witthoeft-sharapova

Carina Witthoeft, antiga top 50 do ranking WTA e retirada da modalidade há dois anos, idolatrou a russa Maria Sharapova, ex-líder da classificação mundial, e chegou a mesmo a vestir a sua linha de roupa nos melhores anos da sua carreira. Mas a sua admiração pela russa parece já ter vivido dias mais sólidos. E tudo mudou com o controlo positivo de doping de Sharapova em janeiro de 2016 à substância de Meldonium, que tomava há 10 anos mas que passou a ser proibida nessa temporada.

“Mudei muito a forma como passei a olhar para ela. Ela não voltou a ser o que era sem tomar Meldonium. Não sei se teria tido o currículo que tem sem essa substância”, disparou a alemão, que planeia voltar ao ténis quando a pandemia permitir, durante uma entrevista para o ‘Advantage Podcast’.

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.