Wawrinka: «Muitos dos que estão no Conselho de Jogadores não deveriam estar lá»

Por José Morgado - 9 Março, 2019

Stan Wawrinka apurou-se esta sexta-feira — de forma muito difícil — para a segunda ronda do ATP Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos, e no final do encontro voltou a mostrar-se totalmente contra a não continuidade de Chris Kermode à frente do ATP Tour, votada pelo Conselho de Jogadores esta quinta-feira na Califórnia. O suíço de 33 anos atirou-se aos colegas… ainda que se dizer nomes.

“Sou contra a decisão e em devido tempo disse-o. Mas já não faço parte do Conselho de Jogadores. Não quero, nem tenho tempo. Mas há muitos jogadores que estão lá e que não deveriam estar. Não vou dizer nomes, pois não quero ter problemas. Aliás, já terei problemas por estar a fazer estas declarações”, disparou.

Recorde-se que Novak Djokovic é o presidente do Conselho de Jogadores e Kevin Anderson o vice-presidente. Integra ainda o Council Robin Haase, John Isner, Sam Querrey, Yen-Hsun Lu, Vasek Pospisil, Jamie Murray, Bruno Soares, Stefano Travaglia e alguns treinadores como… Justin Gimelstob, a braços com um processo judicial.

Roger Federer e Rafael Nadal, antigos presidentes do Conselho de Jogadores, também eram a favor da continuidade de Chris Kermode.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.