Vasek Pospisil relembra o momento em que conheceu Federer: «estava a bater bolas a uns 15 km/h»

Por admin - 1 Março, 2017

Enquanto um jogador junior a disputar torneios do Grand Slam, é bastante comum que surjam oportunidades de partilhar o court em sessões de treinos com os melhores jogadores do mundo. Há cerca de dez anos, essa oportunidade bateu à porta de Vasek Pospsil, só que desta vez, do outro lado do court, estaria aquele jogador que ele sempre idolatrara e com quem sempre sonhou jogar. Sim, como muitos outros, o canadiano admirava Roger Federer, mas era preciso vestir o papel de parceiro de treinos e estar à altura.
Atualmente na 128 posição da hierarquia mundial, Vasek Pospisil foi entrevistado pelo jornal “The Athletic” e cobriu vários aspetos da sua carreira, entre os quais a primeira vez que conheceu o seu ídolo. O jogador canadiano disse que tudo aconteceu no primeiro grande torneio do ano, o Open da Austrália, e que não foi no corredor ou na sala de refeições, mas sim… num court de treino, para a preparação de um encontro:

“Aqueci-o para um encontro quando era junior, tinha 17 anos. Essa foi a primeira vez, a minha primeira interação… e foi antes de um dos seus encontros do Open da Austrália, ele era um grande ídolo para mim. Estava tão nervoso a bater bolas com ele que acho que não falhei uma bola, porque devia estar a bater a uns 15 km/h ou algo assim [risos], porque não queria falhar”.

Enquanto junior, Pospisil chegou a 24.º do ranking, bastante perto do seu recorde pessoal no circuito profissional (25.º ATP). O jogador respondeu a um total de 20 questões, uma das quais sobre partir raquetes dentro do court, dizendo que “sabe bem” mas que “sentes-te sempre culpado depois, como se não o devesses ter feito”. O jogador está neste momento a alternar a sua presença em torneios ATP e Challenger, consoante o ranking o permite.