Tsonga: «Tive de desligar o telemóvel quando anunciei que ia acabar a carreira»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Abril 11, 2022
tsonga

Jo-Wilfried Tsonga anunciou nos últimos dias que vai colocar um ponto final na carreira em Roland Garros. O percurso de um tenista marcante vai chegar ao fim, mas o veterano francês não quer nem pensar nisso por agora. Neste momento, espera aproveitar ao máximo os últimos torneios para se despedir da melhor maneira possível.

“Tive de desligar o telemóvel quando anunciei que ia acabar a carreira. Não estava preparado para ser invadido por tantas emoções. Ainda estou a lidar com isso, não quero pensar que me vou retirar, só quero jogar o máximo possível até Roland Garros. Tentei quase nem ver as redes sociais. Ouvi gente a dizer coisas incríveis sobre mim, então considero isso positivo, sinto-me honrado por ser tão reconhecido. Espero acabar da melhor maneira possível”, confessou.

Questionado sobre se mudava alguma coisa na carreira, Tsonga foi muito claro. “Há sempre remorsos. Se tivesse de me arrepender do que fiz na minha carreira, arrependia-me de quase todo. Se começasse a mudar isto e aquilo tinha sido número um do Mundo, ganho um Grand Slam… Mas o que fiz foi escrever a minha própria história e não me arrependo do que se passou. Tomei as decisões num dado momento e elas trouxeram-me até aqui, sou feliz. Sou uma pessoa equilibrada, não precisava de fazer loucuras no court para que as pessoas gostassem de mim. Tenho o que mereço!”, destacou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.