Thiem: «Nadal joga a este nível mais 4 ou 5 anos, o Federer mais 2 e o Djokovic muitos mais»

Por Nuno Chaves - 20 Julho, 2019

Depois de um torneio de Wimbledon onde Roger FedererNovak DjokovicRafa Nadal voltaram a ser os grandes protagonistas, voltou a subir de tom a questão do quando é que a nova geração vai conseguir derrubar o Big 3.

Um dos tenistas que mais se tem aproximado é Dominic Thiem“Seria um erro fatal achar que sou a alternativa do Big 3. Há muitos tenistas jovens que têm ténis de sobra para chegar ao topo do ténis mundial”, começou por dizer, em entrevista ao Kurier.

“O Nadal pode jogar a este nível, pelo menos, mais quatro ou cinco anos. O Federer talvez mais dois e o Djokovic muitos mais. Temos de dar o nosso melhor para tentar derrotá-los nos grandes torneios. É aí onde mais crescem”, afirmou o austríaco, que regressa à competição em Hamburgo.

Thiem recordou também a sua fraca prestação em relva, onde fez apenas um encontro… na primeira ronda de Wimbledon. “Não há nenhum problema que tenha jogado apenas um jogo em seis semanas. Treinei bem com o meu pai e com o Massu. Pude trabalhar certos aspetos que antes não podia. Sinto que melhorei certas coisas na minha esquerda e isso vai beneficiar-me para o que vai acontecer a partir de agora”, garantiu o número quatro mundial.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.