Tenista alemão do top 100 considera normal que jogadores vendam resultados

Por José Morgado - Dezembro 25, 2019
koepfer

Dominik Koepfer, recém estreado no top 100 mundial após se ter qualificado de forma totalmente surpreendente para os oitavos-de-final do US Open 2019, comentou o recente escândalo de resultados combinados investigado pela televisão germânica. O tenista de 25 anos lembra que teve os apoios certos na altura certa e que sempre pôde viver bem nos momentos mais complicados da sua carreira, mas alerta que nem toda a gente pode dizer o mesmo…

“Imagino que haja muitos colegas meus desesperados com a sua situação financeira que não vêem outro caminho senão entrar nestes esquemas ilegais. Nos níveis mais baixos do circuito, é praticamente impossível financiar viagens, treinadores e manutenção técnica com aquilo que ganhamos dentro de campo. Eu tive a sorte de ter bons pais, mas nem toda a gente pode afirmar o mesmo”, alertou o germânico em declarações à ‘ZDF’, um dos canais que tem investigado o caso, relacionando este flagelo com as desigualdades numa modalidade que muitas vezes transpira luxos.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.