Fritz soma segunda vitória ATP da carreira diante de amigo "que foi sempre melhor do que ele"

De todos os “teenagers” que subiram ao court na primeira ronda de Memphis, só um conseguiu carimbar o passaporte para a segunda ronda do tradicional evento norte-americano: Taylor Fritz, de 18 anos, número um mundial de juniores no final de 2015, somou esta terça-feira a sua segunda vitória de carreira em quadros principais de torneios ATP – depois de Nottingham 2015 – e marcou duelo com o mais cotado compatriota Steve Johnson, segundo cabeça-de-série, na quinta-feira.

No duelo da primeira ronda, entre dois do mais promissores jogadores do Estados Unidos, Fritz derrotou sem grandes dificuldades o amigo Michael Mmoh, por 6-3 e 6-4, num encontro em que voltou a ficar provada a (muito) maior maturidade competitiva de Fritz, que ainda recentemente disputou em Melbourne o seu primeiro quadro principal em torneios do Grand Slam.

“Só tínhamos jogado uma vez na vida porque apesar de termos a mesma idade eu joguei sempre torneios de nível abaixo dele. Nunca fui muito bom enquanto jovem, nunca tive o nível do Michael, do Frances [Tiafoe] e de todos esses rapazes. Isso mostra o quanto tenho evoluído”, confessou Fritz logo após o encontro.