Sharapova: «Só há igualdade económica entre homens e mulheres em 20% do circuito»

Por José Morgado - Setembro 3, 2023

Maria Sharapova, uma das jogadoras que mais dinheiro ganhou na história do ténis feminino — dentro, mas especialmente fora do campo –, foi convidada a comentar a celebração dos 50 anos da igualdade de prize-money entre homens e mulheres no US Open, o primeiro evento desportivo do Mundo a tratar homens e mulheres por igual.

“Sim, 15-20 por cento do circuito paga igual a homens e mulheres. Mas estão e o resto dos 80%? Não está nem perto de ser igual. Infelizmente, os torneios mais pequenos do circuito feminino não têm os mesmos contratos em termos de televisão e direito de imagem e por isso não podem pagar igual. Portanto, esse tema da igualdade nem sempre é discutido com muito rigor”, lembrou a russa de 36 anos.

Leia também:

  • Categorias:
  • WTA
Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt